Utilidades e Artigos

Artigos

Palavra do Diretor

09/10/2012

 Lamentavelmente estamos passando por um período extremamente delicado quando tratamos do futuro do comércio óptico no Brasil.

O aumento da pirataria que iniciou nos meados dos anos 2000, tem nos causado grandes perdas no faturamento em nossos estabelecimentos comerciais.

A perda no faturamento com a venda de óculos solares ultrapassa o índice de 90%, em razão da comercialização desses produtos em boutiques e câmelos.

As cirurgias refrativas crescem dia a dia, dispensando o uso de óculos para uma grande parte dos usuários.

A concorrência desleal vem aumentando, consideravelmente com a inserção no mercado de lojistas despreparados e sem a mínima competência para o gereciamento de uma empresa, praticando margens nos produtos incompatíveis com a realidade.

A concorrência desigual vem aumentando, devido a grandes grupos internacionais do segmento óptico, que estão se instalando no país, tornando mais difícil a sobrevivência das pequenas e médias empresas.

A carga tributária no Brasil, uma das mais altas do mundo, vem nos tirando o sono, devido ao cerco que vem ocorrendo por parte da fiscalização e chegando ao ponto de tornar nossos negócios inviáveis.

Pelos motivos acima elencados, é necessário que nos lojistas do segmento, nos unamos para que possamos ter uma classe forte, representativa e preparada para podermos enfrentar os desafios existentes do mercado.

Contamos com a compreensão de todos para fortalecimento da classe catarinense.

Abraços,

Gerson Alecio Strossi

Presidente Sindioptica/SC

2011-2013

Notícias relacionadas:

  • 09/10/2012:

    Comentário da SindiÓptica SC

    - Lamentavelmente estamos passando por um período extremamente delicado quando tratamos do futuro do comércio óptico no Brasil. O aumento da pirataria que iniciou nos meados dos anos 2000, tem nos causado grandes perdas no faturamento em nossos estabelecimentos comerciais. A perda no faturamento com a venda de óculos solares ultrapassa o índice de 90%, em razão da comercialização desses produtos em boutiques e câmelos. As cirurgias refrativas crescem dia a dia, dispensando o uso de óculos para uma grande parte dos usuários. A concorrência desleal vem aumentando, consideravelmente com a inserção no mercado de lojistas despreparados e sem a mínima competência para o gereciamento de uma empresa, praticando margens nos produtos incompatíveis com a realidade. A concorrência desigual vem aumentando, devido a grandes grupos internacionais do segmento óptico, que estão se instalando no país, tornando mais difícil a sobrevivência das pequenas e médias empresas. A carga tributária no Brasil, uma das mais altas do mundo, vem nos tirando o sono, devido ao cerco que vem ocorrendo por parte da fiscalização e chegando ao ponto de tornar nossos negócios inviáveis. Pelos motivos acima elencados, é necessário que nos lojistas do segmento, nos unamos para que possamos ter uma classe forte, representativa e preparada para podermos enfrentar os desafios existentes do mercado. Contamos com a compreensão de todos para fortalecimento da classe catarinense. Abraços, Gerson Alecio Strossi Presidente Sindioptica/SC 2011-2013

    Leia mais
VEJA TODAS AS NOTÍCIAS  
vans rayban okley mizuno asics air-max