Notícias

 > Setor Óptico

Notícias

Informalidade é tema de reunião na SDSTJDH

06/11/2018

O tema sobre a inclusão social de imigrantes que atuam no comércio informal foi pauta em nova reunião no mês de outubro com representantes de entidades assistenciais, movimentos sociais e ONG’s – com a participação do Sindióptica RS – na Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça E Direitos Humanos (SDSTJDH). Na ocasião, além da preocupação e análise sobre o atual quadro de calamidade social, empurrando novos imigrantes para informalidade, foi colocado pelo Sindióptica RS a preocupação com o volume e esgotamento crescente de ambulantes, o que acarreta em demissões no comércio e fechamento de postos de trabalho, com a inevitável concorrência desleal. Como proposta, foi reforçado pelo diretor executivo Roberto Tenedini o apoio a ações para a inclusão no mercado de trabalho, com a qualificação e profissionalização pelo Sistema “S”.

Notícias relacionadas:

  • 18/12/2018:

    "Óculos de Qualidade Protege de Verdade”

    - Está programada para a temporada verão a nova campanha “Óculos de Qualidade Protege de Verdade” do Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico do RS (Sindióptica RS) prevista para ser divulgada já a partir deste mês, com foco principal na zona litorânea gaúcha.  Este ano, a mensagem “Tá todo mundo cuidando dos olhos” será propagada com ações de Saúde Pública junto aos consumidores, alertando sobre óculos solares falsificados. “Os olhos estão expostos aos nocivos raios UV 365 dias por ano. Óculos solares falsificados ou sem procedência não protegem os olhos e causam danos irreversíveis a visão”, estampa os dizeres dos cartazes e folhetagens da campanha. Exames visuais frequentes também são indicados, além do conteúdo sobre os riscos de cegueira. Lentes de óculos solares sem proteção UV, ou com proteção superficial, dilatam a pupila, permitindo que os raios nocivos penetrem no sistema óptico podendo levar à cegueira.  Óculos de sol sem qualidade apresentam ondulações nas lentes, causando distorções na visão, dores de cabeça e transtornos visuais temporários, podendo levar à necessidade do uso de lentes de grau. Já as armações sem qualidade podem causar alergias e assaduras na pele. OS OLHOS ESTÃO EXPOSTOS AOS RAIOS ULTRAVIOLETA 365 DIAS POR ANO. Mesmo os óculos com lentes escuras não garantem que os olhos estejam protegidos contra os raios UVA/UVB, pois a proteção é feita por tratamento específico nas lentes e não por sua cor. A mensagem da campanha reforça o uso óculos solar mesmo em dias nublados e, sempre que possível, indica o uso de um boné ou chapéu. A radiação UVA/UVB é cumulativa ao longo da vida, e diante deste fato, é aconselhável a utilização desde a infância os óculos solar de qualidade. A campanha "Óculos de Qualidade Protege de Verdade", que também circulará nas Redes Sociais, conta com apoio do Fecomércio RS, Ajorsul Ministério Público Estadual (MPE-RS) e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Desde agosto, o Sindióptica também vem promovendo a Campanha “Saúde dos Olhos” em busdoors da Capital gaúcha, com o mesmo direcionamento de chamar atenção sobre o uso e venda de lentes e óculos falsificados, causando danos irreversíveis à visão.

    Leia mais
  • 18/12/2018:

    Jantar de confraternização integra setor óptico

    - Mais de 350 profissionais do segmento óptico prestigiaram o jantar de confraternização do Sindióptica RS na última quinta-feira (13) no Clube do Comércio, em Porto Alegre. Nesta data é comemorado o Dia de Santa Luzia, santa padroeira da visão e, por esse motivo, na mesma data é festejada também o Dia do Óptico.   Na oportunidade, o presidente do Sindióptica RS, André Roncatto anunciou o "Destaque Óptico 2018" para Leandro Stuermer e Sabrina Braga Vieira, pela Escola Estude Visão (EAD). A premiação aconteceu no decorrer do evento. Também foi programado o lançamento da campanha para a temporada verão “Óculos de Qualidade Protege de Verdade” que será divulgado já a partir deste mês, com foco principal na zona litorânea gaúcha. O lançamento da campanha acontece nesta quinta (13), em Porto Alegre, durante evento comemorativo ao Dia do Óptico.   Este ano, a mensagem “Tá todo mundo cuidando dos olhos” será propagada com ações de Saúde Pública junto aos consumidores, alertando sobre óculos solares falsificados. “Os olhos estão expostos aos nocivos raios UV 365 dias por ano. Óculos solares falsificados ou sem procedência não protegem os olhos e causam danos irreversíveis a visão”, estampa os dizeres dos cartazes e folhetagens da campanha. Exames visuais frequentes também são indicados, além do conteúdo sobre os riscos de cegueira.   “A mensagem da campanha aponta que lentes sem proteção UV, causam doenças como pterígio, a queima de retina, degeneração macular, além de estimular a catarata precoce”, alerta o presidente do Sindióptica RS, André Roncatto.  

    Leia mais
  • 27/11/2018:

    CCI faz balanço e avalia estratégia para 2019

    - A avaliação das atividades da Comissão de Combate à Informalidade (CCI) em 2018 e o planejamento estratégico para o próximo ano foram alguns dos tópicos analisados pelos representantes de entidades na sede do Fecomércio RS, em Porto Alegre. O presidente do Sindióptica RS, André Roncatto e o diretor executivo Roberto Tenedini pontuaram questões relativas ainda para 2018, tais como a importância simbólica do Dia Nacional de Combate à Pirataria – em 03 de dezembro – e a legitimidade das pautas encaminhadas setorialmente no grupo de trabalho. “Não podemos assistir passivamente este cenário de transformação. Temos que ser pró-ativos para construir soluções integradas com todos os setores”, afirmou Roncatto. Já Tenedini, categoricamente, apontou pela ampliação de ações contra o comércio ilegal. “Precisamos dar seguimento as ações, em um movimento coeso e de mobilização, sem deixar que as situações ocorram só do outro lado”, colocou.  Ainda em outubro, foi feita a análise sobre as estratégias e atividades de fiscalização de produtos ilegais e o aspecto da sonegação de produtos na Comissão. Em destaque, a apresentação sobre as ações de apreensões de produtos contrabandeados relatados pelo superintendente adjunto da Receita Federal, Ademir Gomes de Oliveira. Mesmo com baixo contingente de agentes para operações, a Receita opera baseada na inteligência. Em 5 anos, 3.221 operações foram efetivadas com ações voltadas em sua maioria para depósitos de produtos sonegados ou irregulares. “Não adianta enxugar o gelo, vamos direto nos depósitos clandestinos, e não apenas no varejo”, explica. Outras janelas de apresentação no encontro foram panorama e procedimentos do comércio ilegal na Região Central do Estado; e a concorrência desleal detectada pelo Instituto Nacional de Repressão à Fraude (INARF). A reunião esteve sob coordenação de Daniel Amadio (Fecomércio RS) e André Roncatto (Sindióptica RS).

    Leia mais
  • 27/11/2018:

    Sindióptica RS manifesta posição no Legislativo

    - Foram acolhidas pelos parlamentares presentes na Câmara de Vereadores de Porto Alegre na última quinta-feira (22), as palavras do presidente do Sindióptica-RS, André Roncatto, em defesa do comércio legal de óculos. Na oportunidade, foi apresentado as atividades das campanhas do sindicato, a parceria com as entidades e Poder Público e o manifesto contra a prática desleal que atenta à Saúde Pública no comércio informal de óculos falsificados, que provocam danos irreversíveis à visão humana. Durante sua manifestação, por cerca de 14 minutos, Roncatto destacou vários pontos entre os 17 parlamentares presentes em Plenário, com os trabalhos de Mesa inicialmente coordenados pelo vereador Adeli Sell (PT) e, após, por sua colega, Mônica Leal (PP). Entre os pontos expressados na Tribuna pelo presidente, chamou a atenção a seguinte fala: “Apesar de toda a informação sobre os malefícios que estes produtos causam aos olhos, ainda assim tem vereadores que apoiam o comércio ilegal. Os senhores são testemunhas, quando ainda este mês, organizações ditas organizadas clamam por ‘aliviar’ a fiscalização de produtos ilegais em nome do emprego, quando na verdade, este mesmo movimento dizima com os postos de trabalho formal de lojas que gradativamente fecham as portas por conta desta concorrência desleal”, afirmou. Outro trecho do discurso do presidente do Sindióptica RS que surpreendeu os vereadores presentes, foram os dados divulgados sobre o impacto da concorrência desleal que afetam a economia a partir do comércio informal. “informo que, de acordo com a Receita Federal, os óculos estão em quinto lugar na escala de artigos falsificados no país, sendo o primeiro que atenta à saúde pública. Ou seja, em todo o país, os óculos sem procedência movimentam cerca de R$ 8 bilhões por ano. Isso representa 60% do mercado. Com perdão da expressão, mas o momento é manter os olhos abertos e atentos. Não queremos uma população cega”, apontou Roncatto. Ao final, Roncatto ressalta as ações do sindicato. “O Sindióptica RS, junto com seus associados, está fazendo sua parte. Ainda em agosto, lançamos a campanha ‘Saúde dos Olhos’, em parceria com o Procon Porto Alegre. Também participamos de reuniões da Força-Tarefa contra o comércio ilegal na Capital,  com o Executivo municipal e entidades lojistas. Paralelamente, marcamos presença em operação com a Polícia Civil com apreensão de milhares de óculos falsificados recolhidos. Agora, em dezembro, reforçamos uma nova ação de campanha para o verão, intitulada "Óculos de Qualidade Protege de Verdade”. Após o uso da Tribuna pelo presidente Roncatto, vários parlamentares manifestaram moção de apoio à causa do Sindióptica, como os vereadores Cassiá Carpes,  Adeli Sell (PT), Mônica Leal (PP),  Idenir Cecchim (PMDB), Dr. Goulart (PTB),  Valter Nagelstein (PMDB), Comandante Nádia (PMDB) e José Freitas (PRB). Confira mais sobre a repercussão do manifesto do presidente do Sindióptica RS na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, André Roncatto pelo link goo.gl/bRKojC  

    Leia mais
  • 06/11/2018:

    Comércio segue na expectativa no cenário 2019

    - Um novo momento político em 2019 sinaliza a mudança de cenário que deverá afetar o comércio e a atividade econômica como um todo. Assim, as urnas indicaram no último mês a partir do pleito democrático em âmbito regional e nacional, com o viés de alternância na condução dos Governos. O impacto do resultado deverá ser mensurado nas próximas semanas aqui no Estado, durante o período de transição, e que pode balizar decisões, tais como a manutenção da majoração das alíquotas de ICMS. Já há a chancela do novo governador eleito em manter a alíquota e o Palácio Piratini deve enviar o projeto com a prorrogação do ICMS à Assembleia Legislativa até o dia 31 de dezembro. Na esfera nacional, mesmo com o curso político polarizado, a estabilidade da economia não sofreu sobressaltos, visto pela pouca alteração no câmbio ou na Bolsa de Valores. Ou seja, o comércio e o varejo aguardam com expectativa, um novo comportamento econômico a partir da retomada do crescimento, desde que, até lá, nenhuma medida ‘surpresa’ venha alterar o rumo do país. É esperar para ver.

    Leia mais
  • 23/08/2018:

    Ópticos aderem à campanha "Saúde dos Olhos"

    - O Sindióptica RS, em parceria com o Procon Porto Alegre prossegue com a campanha "Saúde dos Olhos",  estendendo a divulgação de material impresso nas vitrines de estabelecimentos e ópticas. Para atingir cada vez mais a conscientização do consumidor sobre as consequências do uso de lentes e óculos falsificados, adquiridos no comércio informal, o sindicato mobiliza seus associados no sentido de amplificar e dar maior dimensão a campanha disponibilizando material para a afixação de cartazes e folders nas lojas conveniadas.    O poder público já adotou tal prática em repartições públicas municipais, com fixação de cartazes, buscando conscientizar o público circulante nestas áreas bem como a população. A campanha de busdoor prossegue na rua em ônibus de viação municipal. Também nas Redes Sociais da entidade, as ações seguem em continuidade.   Caso houver interesse, disponibilizamos material para a finalidade de divulgação. Entre em contato e solicite a entrega na sede do Sindióptica RS pelo fone (51) 3228-9900 ou diretamente na Av. Borges de Medeiros, 658 Conj. 301 - Centro, Porto Alegre – RS.

    Leia mais
  • 07/08/2018:

    Lançada campanha de alerta sobre o uso de óculos falsificados

    -  O Procon Porto Alegre e o Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematrográfico do Rio Grande do Sul (Sindióptica) lançaram nesta segunda-feira, 6, a campanha “Saúde dos Olhos”, que tem o objetivo de alertar a população sobre os riscos do uso de óculos falsos. A atividade ocorreu na sede da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS) na Capital. A campanha também visa conscientizar a população para que não adquira produtos sem procedência, pois deste modo, além de prejudicar a saúde, o consumidor financia o crime organizado, a evasão de divisas e crimes financeiros.    A campanha terá anúncios nas mídias digitais, em estabelecimentos comerciais e também em dezenas de busdoors na frota de coletivos da Capital. De um total de 180 peças programadas para o transporte público, nesta primeira etapa serão adesivados cerca de 95 ônibus que circulam em Porto Alegre. Cartazes para alertar os consumidores estarão fixados em lojas e estabelecimentos ópticos, bem como repartições públicas municipais. "Também faz parte das relações de consumo saudável que o consumidor assuma a responsabilidade por não adquirir produtos falsificados. No caso dos óculos, a questão é de saúde, e é esse alerta que está sendo feito nesta campanha", enfatiza a diretora executiva do Procon Municipal de Porto Alegre, Sophia Martini Vial.   Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Leandro de Lemos, a comunicação é um dos vetores fundamentais para a educação do consumidor, pois hoje os consumidores estão tentados a comprar mais barato, porém, sairá mais caro, não só para saúde deles, mas para toda a sociedade. “Estamos trabalhando para fazermos investimento na qualidade urbana, estética e organizacional no Centro da Capital, pois queremos  realizar uma redistribuição do comércio legal, que promove o desenvolvimento econômico da cidade, e assim, conseguiremos avançar com nossas ações, planos e, sobretudo, com a busca de resultados, e para isso, precisamos do apoio de toda a sociedade nesse projeto”, finaliza Lemos.   Conforme dados da Receita Federal, os óculos estão em quinto lugar na escala de artigos falsificados no país, sendo o primeiro que atenta à saúde pública. “A crescente comercialização de lentes, armações e óculos falsificados já atinge níveis alarmantes. Neste momento, é preciso conscientizar o consumidor que óculos falsificados podem causar riscos cumulativos e irreversíveis, podendo levar até a cegueira”, destaca o presidente do Sindióptica RS, André Roncatto.    Riscos à saúde - O uso de óculos falsificados expõe a saúde dos olhos a diversos riscos. No caso dos óculos de sol, além de não protegerem os olhos contra os raios ultravioletas, estas lentes fazem com que as pupilas fiquem dilatadas como acontecem em ambiente escuro, o que potencializa os efeitos nocivos da radiação nos olhos, tais como a queima de retina, degeneração macular, além de estimular a catarata precoce. Óculos de grau falsos com lentes igualmente irregulares, que apresentam variações de graus e eixos, podem gerar prismas e alterações visuais que levam a lesões, dores de cabeça e náuseas. Desta forma, em vez de corrigir a visão, estas lentes prejudicam a saúde visual.      

    Leia mais
VEJA TODAS AS NOTÍCIAS  
vans rayban okley mizuno asics air-max